Cuidados com a rosácea

Os hábitos e estilo de vida são muito importantes para o controle da rosácea. Evitar os fatores que desencadeiam as crises e ter uma rotina de skincare adequada são os principais aliados do tratamento.

Pacientes com rosácea tendem a ter uma pele sensível, o que requer que tanto a higiene quanto o cuidado sejam adequados.A pele se irrita facilmente com ácidos e produtos em geral, que não foram pensados para atenuar a sensibilidade. 

Dra. Daniela Pimentel @danielapimentel
Médica Dermatologista
CRM 112165
Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Por isso é importante evitar:

Uso de ácidos tópicos não recomendados pelo seu dermatologista

Uso de sabonetes abrasivos, que não respeitam a barreira protetora da pele

Produtos com álcool

esfoliações ou tratamentos 
mais agressivos de qualquer TIpo

Procure produtos:

  • hipoalergênicos
  • sem parabenos
  • Sem sabão
  • Indicados para peles sensíveis

Rosácea e skincare: 
o que pode e o que não pode

Dra. Alessandra Romiti
Médica Dermatologista
CRM 85796
Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

A pele do paciente com rosácea pode ter sensibilidade com alguns produtos, mesmo nas concentrações habituais usadas em uma pele “não sensível”. Confira:

  • Ácido hialurônico
  • Ácido azelaico
  • Aloe vera
  • Sulfato de zinco
  • Niacinamida
  • Resveratrol
  • Protetor mineral
  • Prebióticos orais e tópicos
  • Ceramidas
  • Glicerina
  • Vitamina E.
  • Ácido láctico
  • Esfoliação
  • Skincare com álcool
  • Produtos à base de carvão
  • Sulfato de sódio
  • Uréia
  • Fragrâncias sintéticas
  • Hidroquinona
  • Ácido salicílico
  • Vitamina C
  • Retinol
  • Mentol
  • Óleo de eucalipto.

Cuidados de fotoproteção
com a rosácea

Dr. Sérgio Schalka @schalkadermatologia
Médico Dermatologista
CRM 70148
Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia 

A exposição ao sol é um dos principais deflagradores da exacerbação da rosácea, o que torna a proteção solar diária indispensável.

Para proteger sua pele, a aplicação de protetores solares no rosto sempre antes de sair de casa, assim como a utilização de chapéus e óculos escuros são úteis contra os efeitos da radiação ultravioleta e da luz visível.

Apesar de inúmeras opções de protetores solares disponíveis no mercado, encontrar o fotoprotetor que não sensibilize a sua pele pode ser um desafio.

Para peles com rosácea, o ideal são os filtros solares minerais que contenham compostos inorgânicos, como o óxido de zinco e/ou dióxido de titânio. Esses minerais presentes na fórmula fazem a reflexão dos raios ultravioletas A e B (UVA e UVB). Os filtros inorgânicos apresentam mínimo potencial de sensibilização alérgica.

Outro fator relevante para evitar que o filtro solar provoque irritação da pele é a ausência de fragrâncias na composição.

Em casos de exposição solar intensa, reaplique o protetor solar de amplo espectro (FPS maior ou igual a 30) a cada duas horas após praticar exercícios ou nadar.

E-book

Baixe nosso Guia SOS rosácea, com conteúdo validado por médicos dermatologistas especialistas no assunto. Nele, você vai encontrar informações complementares as que estão aqui no site. Faça o download e boa leitura!